segunda-feira, 22 de junho de 2009

Restos


Estranho como eu tendo a acreditar que toda pessoa que eu beijo vai pegar meu mundo e virar de cabeça pra baixo e transformar tudo em um conto de fadas. Eu entrego tudo o que eu tenho para o primeiro que me da uns beijos e uns momentos de prazer durante um fim de semana, e eu preciso, urgentemente, parar com isso. Se entregar tão facil assustas as pessoas, eu ja devia estar consado de saber disso, mas sei la, quando eu vejo, ja não estou mais comigo mesmo. Gosto de deixar um pouco de mim com todos que passam pela minha vida, nem que seja só pelo curto, ou longo, período de um beijo, não interessa o tempo, encoste em mim, converse 1 minuto que seja comigo e você ja vai ter um pedaço meu com você. Mas eu guardo, guardo o que eu tenho de melhor aqui para alguem especial, e tantos poderiam ter sido especiais, mas ninguem tem paciência o suficiente para esperar para conseguir o grande prêmio, afinal, se ja levam um pedaço bom logo de cara para que esperar e correr o risco de ficar amarrado? Mas eu garanto, eu tenho tanta coisa guardada aqui que é tão melhor que me amassar em um cantinho escuro ...

quarta-feira, 10 de junho de 2009

Lembrancinha


É, eu sempre fico um pouco mais sensível quando chega perto dessas datas que as pessoas escolhem pra se amar mais. Essas datas em que todo mundo é feliz demais, todo mundo ama demais, todo mundo é amigo demais, todo mundo sorri demais. E daqui a alguns dias vem uma dessas datas que mais me deixam sensíveis. Daqui a alguns dias é outro dia dos namorados. Mas porra, alguem me explica pra que um dia especifico para os namorados? Porque eu, sinceramente, não vejo nenhuma utilidade a não ser arrumar uma desculpa pra pedir um presente para alguem e fazer com quem esta sozinho se sinta mais sozinho no mundo ainda. Ok, se eu tenho plena consciência de que dia 12 é só mais um dia comum, porque essa bosta desse dia me afeta tanto? Ah ta, isso eu tambem ja sei, é porque eu queria pedir um presente para alguem. Nada muito caro não, nem muito complicado de se achar, eu só queria o que anda faltando muito ultimamente. Eu só queria que a solidão de alguem fizesse compania para minha. Mas todo mundo me abandona. Todo mundo. Meus pais me abandonam. Meus amigos me abandonam. Meu cachorro e meus três hamsters me abandonaram. Até a minha escritora favorita resolveu parar de escrever e me abandonou. Porra, sera que alguem pode sentar do meu lado e me aturar por meia hora sem querer sair correndo no meu primeiro momento de distração? Caralho, será que ninguem percebe que essa minha auto-confiança é só um escudo que eu criei por não saber o que fazer comigo mesmo? E porra Deus, eu ja não espero alguem bater na minha porta dizendo que eu sou tudo o que a pessoa sonhava e tambem ja estou cansado de beijar sapos porque sei que nenhum vai virar principe, então por favor, me diz onde que esta escondido alguem que vai aturar minha inconsistencia emocional por mais de uma semana e que vai querer me dar um presente no dia dos namorados? Eu estou com os sentimentos tão a flor da pele que até os defuntos que eu ja enterrei há tanto tempo atrás resolveram levantar da tumba no melhor estilo Thriller e vieram me assombrar por causa de uma simples música. Eu ja voltei atrás na história de um amor que acontece uma vez só na vida, eu ja sei que apesar de tanto amor, eu ainda posso amor de novo, só que de outras maneiras. Mas no fim de tudo, eu só queria mesmo é que alguem se importasse de verdade comigo. Não vou mais ser o cara que alguem beijou na balada sem nem perguntar o nome. Eu não preciso de muita coisa não. Eu só preciso de um convite pra ir ao cinema pra não assistir filme nenhum. Eu só quero encontrar um 'eu te amo' escrito no meu guardanapo quando eu voltar do banheiro do restaurante. Eu só quero esfregar meus pés de baixo do edredon em um domingo frio. Eu só quero que alguem me ame, sem se perguntar o porque me ama, que apenas me ame. Eu só quero ... bom, na verdade eu só quero dormir em paz enquanto sei que meu mundo está seguro nas mãos de outra pessoa.